Continua após a publicidade..
Continua após a publicidade..
DestaquePlayStationRetrôReview

Monster Hunter: Freedom Unite | REVIEW

Continua após a publicidade..

E cá estamos nós para falar do penúltimo Monster Hunter lançado para o saudoso PSP.

Monster Hunter: Freedom Unite é até hoje um dos games da franquia mais querido pelos jogadores, isso por causa da quantidade absurda de conteúdos, monstros, armas, armaduras e afins que geram mais de mil horas de jogatina!

Mas vamos parar de falar bobagens e vamos para a review de MHFU.

  • Desenvolvedora: Capcom
  • Produtora: Capcom
  • Lançamento: 27 de março de 2008
  • Número de jogadores: 01 à 4 (online)
  • Gênero: JRPG / Ação
  • Plataformas: PSP / Vita

O Maior MH do PSP

Com toda certeza MHFU é o maior game da franquia até a chegada de Monster Hunter World e Monster Hunter Generations Ultimate.

Em uma primeira olhada podemos dizer que MHFU nada mais é do que uma DLC de Monster Hunter: Freedom 2 e, realmente isso não deixa de ser verdade, porém a Capcom conseguiu colocar tanta coisa nesse game que ele mais parece um game novo do que uma versão “melhorada” do game anterior.

Como de praxe seguimos criando nosso Hunter, utilizando de opções básicas para deixá-lo o mais agradável possível para nós. Depois disso, podemos andar pela vila Pokke (a mesma vila do game anterior), e falar com as pessoas que ali vivem. Iremos conhecer o vendedor de itens, o ferreiro, a “fazendinha”, a guilda (para partidas online) e a chefe da vila que irá nos dar o quadro de missões.

Vendo assim, podemos dizer que não tem nada de novo se comparado com o game anterior, mas é aí que você se engana. Para começar é possível ver que a Capcom deu um bom trato nos gráficos do game, deixando-o mais bonito se comparado com os dois games anteriores.

Embate contra Diablos

Os cenários estão levemente mais bonitos, mais detalhados e é possível ver melhor pela tela do PSP objetos de interesse, como ervas, cogumelos, rachaduras nas paredes para minerar, além dos monstros estarem melhor definidos. Mas calma, não vou me precipitar e já falar de gráficos e afins, vamos por partes.

Muitas armas e armaduras para se criar!

Se tem algo que não se pode faltar em um bom MH com toda certeza é ter boa variedades de armas e armaduras e o que não falta em MHFU é esse tipo de coisa. É possível criar praticamente qualquer arma ou armadura dos monstros que existem nesse game. Quer uma armadura com resistência à fogo? Cace um Rathalos e crie um set de armadura com as partes “carvadas” dele.

Quer uma Long Sword com propriedades elétricas? Cace um Khezu e monte sua arma. Mas não pense que será fácil assim, diferente de MHW em que precisávamos somente ter partes dos monstros para criar armas e armaduras, aqui em MHFU precisamos, além dessas partes, de outros itens. Existem armas/armaduras que vão pedir algum minério específico para serem criadas, ou irão precisar de algum cogumelo, erva e até peixes para serem criadas!

Já aviso que MHFU é um game bem difícil na qual conta com alguns monstros com Hitbox bem zuada. Plesioth por exemplo é um bicho que te acerta de uma forma completamente mentirosa e pode te levar a raiva instantânea. Por isso é muito importante se preparar para cada caçada que você pretenda aceitar.

O poderoso Tigrex

Seguindo a regra da franquia, temos caçadas de Low Rank, que mais servem para que o jogador se acostume com os mapas, a jogabilidade e com a localidade dos monstros. Passando por tudo isso, somos apresentados para as missões de High Rank, que seria o modo normal do game.

Nele, passamos por quest’s mais difíceis e teremos nossas habilidades testadas por praticamente os mesmos monstros que enfrentamos no rank baixo, porém agora, eles estão mais agressivos e com novos ataques.

Após concluirmos essas quest’s, ainda poderemos participar das caçadas online da guilda, onde teremos monstros mais agressivos ainda do que antes, além de vários outros monstros para derrotarmos que não aparecem no modo história.

Agora temos companhia nas caçadas!

Depois de passarmos o maior perrengue nas caçadas solo, agora podemos recrutar alguns Felynes (Gatinhos guerreiros) para nos ajudar nas lutas contra os monstros. Para tal, precisamos ir até uma jovem senhora que anda com uma bolsa enorme nas costas e verificar quais tipos de gatinhos ela tem. Aqui devemos prestar muita atenção nas habilidades de cada um dos gatinhos. Tem gatos que servem mais para curar o jogador, tem gatos que servem para apoiar nas caçadas colocando armadilhas ou chamando a atenção do bicho para ele e deixar o jogador mais livre para se curar, afiar a arma ou reorganizar sua estratégia de combate. 

Já outros gatinhos servem para irem direto na pancadaria, jogando bombas nos monstros ou atacando sempre que possível. Dependendo da personalidade deles, eles mais atrapalham do que ajudam, isso porque tem uns que ficam deitados no chão enquanto você está se lascando na frente do monstro. Por isso, escolha o seu companheiro com sabedoria.

Corre que o Rathalos tá vindo!

Também é possível treinar o seu Felyne para deixá-lo mais forte e mais útil em combate. Na cozinha em nossa casa, podemos colocar até três Felynes para treinarem algumas coisas, como meditação, e ataques diversos. É bom ter pelo menos um Felyne em campo com a gente e o outro treinando e alternando entre eles para que fique equilibrado a ajuda deles nas caçadas.

E por falar em cozinha, podemos também contratar gatinhos cozinheiros para criar as mais diversas comidas que ajudaram o nosso Hunter em caçadas. Essas refeições são muito boas para serem comidas antes de ir para alguma quest, pois elas nos dão um “buff” que pode melhorar nossa defesa, agilidade, recuperação de HP ou resistência a algum elemento como fogo, água e etc.

Conheça os novos monstros de FU!

Como eu disse no ínicio dessa review, MHFU está recheado de novos monstros e com toda certeza eu não poderia deixar de citá-los aqui, então vamos lá:

  • Nargacuga: Esse é o Flag Monster, ou seja, é o monstro que temos de caçar antes de passarmos do Low Rank para o Hig Rank, além de ser o monstro de capa do game.
  • Yama Tsukami: Um bicho que se parece com um Polvo voador. Possui uma grande boca e tentáculos que podem envolver o Hunter. Esse monstro apareceu primeiramente em Monster Hunter 2 Dos de PS2 e foi retirado da versão Freedom 2 de PSP.
  • Vespoid Rainha: É um pouco maior que um Vespoid comum, porém tem um abdome maior e pode causar paralisia.
  • Ukanlos: Um monstro enorme em que sua pele é toda revestida de rochas afiadas.
  • Rei Shakalaka: Líder da tribo dos Shakalakas, pode desferir ataques de fogo.
  • Hypnocatrice: Similar a um pássaro, porém pode desferir ataques que deixam o Hunter em estado de “sono”.
  • Lavasioth: Primo do maldito Plesioth, o Lavasioth se encontra em mapas vulcânicos e pode se esconder na lava. Sua pele é bem dura e resistente.
  • Plum Daymio Hermitaur: Subespécie do Hermitaur comum, porém esse pode desferir rajadas de gelo.
  • Terra Shogun Ceanataur: Subespécie do Ceanataur comum, mas esse pode soltar rajadas de água.
  • Emerald Congalala: Subespécie do Congalala comum, mas devido a sua alimentação, sua pele é mais rígida e seus golpes podem causar paralisia, sono e envenenamento.
  • Copper Blangonga: Mais forte e mais resistente que o Blangonga convencional, este pode dar ataques nas quais podem deixar o Hunter em stun (tonto) com maior facilidade.

Como deu para ver, a Capcom não mediu esforços para criar esse MH e ainda por cima, colocar mais de 2 mil armas e cerca de 1800 armaduras para serem criadas. Isso é mais conteúdo do que qualquer game que temos hoje em dia no mercado.

Mais bonito e mais fácil de se jogar até então

Não dá pra negar que, depois que a franquia deportou no PSP, a cada novo jogo vimos uma evolução nítida tanto em gráficos quanto na jogabilidade. Realmente os mapas estão mais bonitos aqui em MHFU, mostrando mais bichos e objetos em tela com poucas ou quase nenhuma queda de frames. Além disso, mapas clássicos vistos em MHF1 e MHF2, retornam em FU, porém, mais bonitos e com uma melhor resolução. Caso você esteja jogando no PSVita conseguirá perceber que o game está até levemente mais bonito do que se rodado no PSP.

Hermitaur pronto pra atacar

Já a jogabilidade está menos travada e pesada como nos dois primeiros games. Novamente, jogar no Vita dá a vantagem de configurar o analógico direito para mover a câmera e isso ajudar por demais nas caçadas, principalmente contra bichos chatos como Tigrex ou Kushala, pois ambos se movimentam muito pelo mapa e sem um analógico para controlar a câmera, fica quase impossível de ver o monstro e esquivar antes de seus ataques.

O Hunter está levemente mais rápido em campo, tanto para se locomover, quanto para atacar ou esquivar dos monstros. Mesmo assim, certas ações permanecem lentas do mesmo jeito que vimos nos dois primeiros jogos. O simples gesto de tomar uma poção para recuperar HP gera uma animação que deixa o Hunter totalmente vulnerável ao inimigo, ou mesmo afiar a sua arma em momentos de descuido, pode custar a sua vida na partida.

Monster Hunter: Freedom Uinite – Vale à Pena?

Sem sombra de dúvida, MHFU é a melhor versão de MH para o portátil da Sony, o PSP. Gráficos muito bonitos, jogabilidade levemente melhorada em certas partes, dificuldade um pouco (só um pouco) mais justa que os dois games anteriores e uma cacetada de novos monstros e novas subespécies foram com que você fique por muito tempo jogando essa beleza aqui.

Graças aos emuladores de PSP, Monster Hunter Freedom Unite se tornou um dos games mais jogados do PSP em computadores e retrobox’s da vida, isso sem contar os servidores dedicados que os fãs criaram somente para juntarem a galera e caçarem essa infinidade de bichos em partidas online.

Com toda certeza, esse game mereceria um remaster para os atuais consoles.

Jogabilidade - 7.5
Gráficos - 8
Diversão - 9
Som - 9.5
Dificuldade - 9.5
Fator Replay - 9.5

8.8

Monster Hunter Freedom: Unite é a versão completa dos dois primeiros games lançados anteriormente para o PSP. Possui uma lista absurda de monstros, armaduras e armas, além de caçadas online que são muito divertidas e dão longevidade para o game.

User Rating: 4.4 ( 1 votes)

Ricardo Dias

Apenas um gamer veterano que só quer saber de jogar qualquer game em qualquer console, pois vídeo game é tudo de bom!

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo