Review | Golden Axe Remake – PlayStation 2

Vamos falar de mais um game das antigas, Sega Ages 2500 Golden Axe. Um jogo clássico da que foi criado no final da década de 80, e foi lançado para PlayStation 2. Sega Ages foi uma série de lançamentos que visava trazer remakes da Sega para consoles mais recentes naquela ocasião.

Sem mais delongas, confira abaixo nosso review de Golden Axe para PlayStation 2.

  • Desenvolvedora: Cyberdreams
  • Publisher: GaGa Communications
  • Lançamento: 07/07/1995
  • Numero de Jogadores: Single Player
  • Gênero: Adventure / Point-and-click
  • Plataformas: Saturn (Avaliada), PlayStation, AmigaOS, PC

Golden Axe – Os guerreiros em busca do Machado de Ouro

A historia de Golden Axe continua a mesma do jogo original, e isso não tem nenhum problema, afinal de contas, o game é tão bom que a historia fica em segundo plano.

Os mesmos guerreiro do game anterior,  Axe Battler, Tyris Flare e Gilius Thunderhead, estão em Golden Axe  Remake para salvar o povo da terra ao derrotar o novo clã do mal, liderado por Dark Guld, e recuperar o Golden Axe, que está em sua posse. O jogo apresenta um total de sete níveis: seis níveis de rolagem e um final de batalha contra o chefe do jogo contra Dark Guld.

Por ser um Remake, nada de mais evidente foi adicionado a historia ou aos personagens. Se você jogou o game no saudoso Mega Drive, vai se identificar imediatamente com o jogo no PlayStation 2.


O Jogo

Golden Axe  repete a mesma formula do original de Mega Drive, melhorando apenas a parte gráfica e jogabiilidade, já que o game explora um pouco melhor os recursos do 128 bits da Sony. No PlayStation 2 pouca coisa mudou, com alguma melhoria gráfica e na jogabilidade, o game se manteve fiel a sua versão de Mega Drive.

O jogo é um Hack n Slash no estilo árcade, que é de onde o game se originou. Essa pegada árcade é o ponto mais legal do jogo. Você vai ter a sua disposição, guerreiros distintos e com habilidades únicas, e isso vai fazer diferença em algumas partes do jogo, podendo  facilitar ou dificultar sua jornada nessas partes.

Ademais, os três guerreiros são:

  • Gilius Thunderhead: um guerreiro que tem como arma um poderoso machado. Não tem muita agilidade, mas é um guerreiro balanceado.
  • Gilius Thunderhead; um bárbaro que empunha uma espada de duas mãos, é um guerreiro ágil e que tem uma força moderada, é um guerreiro mais lento, mas sua força compensa e pode fazer toda diferença contra alguns inimigos.
  • Tyris Flare, nossa amazona empunha uma espada longa sendo nossa guerreira mais ágil, mas também a que tem o menor força. Assim como os outros guerreiros, se sai muito bem em fases que precisam de mais agilidade.
Golden Axe - Jogo melhor graficamente
Golden Axe – Jogo melhor graficamente

Vale ressaltar que cada um dos lutadores possui uma magia única que pode ser usada a qualquer momento do jogo, desde que você tenha o poder acumulado, para infligir danos aos inimigos. Como na maioria dos jogos Hack n Slash, sua vida é medida por barras de vida que são perdidas uma a uma se o jogador for atingido, e podem ser recuperadas com itens de cura deixados pelos inimigos, por exemplo.

Já sua energia para usar o especial, você consegue encher essa barra, batendo nos inimigos, e com intens. que podem ser adquiridos de personagens específicos que aparecem para lhe ajudar na sua jornada.


Gráficos e Sons

A versão Sega Ages tem por padrão deixar seus games em 3D, e com Golden Axe Remake não foi diferente. Mas infelizmente essa mudança não consegue superar o versão 2D do game. O jogo faz uso até que bem dos recursos, mas infelizmente as texturas pobres fazem o game ficar feio.

Entretanto, mesmo fazendo uso desses recursos 3D, o tema original do jogo segue preservado, fazendo com que Golden Axe Remake fique com um pé no 3D e o outro no 2D. Até as localidades são as mesmas, um pouco modificadas, mas ainda seguem a inspiração do jogo original.

Ademais, no que se diz a música e efeitos sonoros, o jogo manteve os mesmos efeitos, mas com uma leve melhoria. principalmente nas músicas, que parecem ter ganhado uma definição um pouco melhor que a original. Confira abaixo como o game ficou nessa gameplay completa do jogo:

O game é distribuído em 7 fases que são curtas e não oferecem puzzles ou caminhos alternativos. Como nos árcades, seu único desafio será eliminar inimigos e chefes no final das fases, até chegar no final boss. entre as fases você vai ter algumas cenas que tentam introduzir a historia do jogo, mas nada muito sofisticado.

Ademais, a fase em que você descansa e é visitado por elfos, ainda existe. Entretanto elas estão um pouco diferentes, e digamos que apesar das possibilidades, não mudaram para melhor.


Resumo – Vale a Pena?

Se você gosta de jogos do gênero Hackin n Slash dos anos 90, pode ser uma boa pedida. O game tem os principais recursos do jogo original de Mega Drive, entretanto algumas mudanças não ficaram legais.

Pessoalmente como fã da franquia e do gênero, pra mim o jogo foi satisfatório, entretanto se você busca por novidades, ou até mesmo que reviver o game original no PlayStation 2, essa versão pode não lhe agradar.

NOTA: 6

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *