Connect with us

Destaque

REVIEW | Ghostrunner – Muita ação e dificuldade em um game intenso

Published

on

Se você gosta de um bom jogo de ação, e ainda está procurando aquele game Cyberpunk que foi prometido há algum tempo, Ghostrunner pode ser esse game. Vamos falar aqui de um game que leva a ação a dificuldade eo tema Cyberpunk ao extremo. Confira.

  • Jogo: Ghostrunner
  • Desenvolvedora:  One More Level, All in! Games SA, Slipgate Ironworks, 3D Realms
  • Publisher:  All in! Games SA, 505 Games
  • Lançamento: 20 de Outubro de 2020
  • Número de JogadoresSingle Player
  • Gênero: FPS, Adventure
  • Plataformas: PlayStation 4, PlayStation 5, Nintendo Switch, Xbox One, Xbox Series X, Microsoft Windows, Amazon Luna

Ghostrunner – Cyberpunk, genuinamente

Se tem uma coisa que identificamos em Ghostrunner desde sua abertura, é sua temática.  O jogo é totalmente influenciado pela temática Cyberpunk, e isso é algo que faz toda a diferença no jogo, ou ao menos é mais uma das coisas que se diferenciam no jogo.

A historia do jogo se passa na cidade de Dharma Tower, uma enorme arcologia semelhante a um arranha- céu abrigando o restante da humanidade após uma calamidade global não especificada conhecida como a explosão. Nosso protagonista, chamado de Ghostrunner desperta sem memória, mas é direcionado para liberar uma inteligência digital conhecida como o Arquiteto, a mente preservada de Adam que criou e governou a Torre do Dharma e projetou os Ghostrunners, supersoldados tecnologicamente aprimorados que serviram como uma ferramenta de manutenção da paz e policiamento.

O arquiteto foi traído por sua confidente Mara em um golpe que destruiu a maioria das unidades do Ghostrunner, sendo agora conhecida como a mestre das chaves. O Ghostrunner foi encontrado por um grupo de rebeldes conhecidos como os Alpinistas para reparos, embora a rebelião tenha sido exterminada imediatamente antes da reativação do Ghostrunner. O arquiteto incumbe o Ghostrunner de derrotar o Keymaster.

Assim começa nossa aventura.

Ghostrunner

Ghostrunner se passa em uma cidade pós apocalíptica.

Um jogo ambicioso

Quando começamos a jogar Ghostrunner, ele em poucos momentos já transparece a sua aptidão para ser um jogo grande. O game indie foi concebido com um capricho impar, e em todos os aspectos não parece ser um game com orçamento mais moderado.

O jogo tem uma gama imensa de movimentos, e tem uma jogabilidade frenética. Aliado a gráficos sólidos e bem definidos, o jogo é uma grande promessa, e com um orçamento mais generoso, com certeza pode se tornar uma franquia grande. Ghostrunner é um game com identidade própria e bem definida, você com certeza não deve ter na memória, mais de tres jogos que se assemelham a Ghostrunner.

Outro fator que devemos ressaltar é o estilo de produção do game. Se assim como eu você chegou até Ghostrunner por meio de um console (PlayStation 5 no meu caso), você vai notar que o tudo nos remete ao PC. Por mais que você tente otimizar os controles, o game foi claramente inspirado na jogabilidade teclado e mouse. Isso pode ser um pouco complicado nas primeiras horas de jogo, mas com o passar do tempo, mesmo com dificuldades permanentes, você vai conseguir se adequar aos controles.

Ghostrunner oferece uma série de possibilidades durante a gameplay.

Dificuldade acentuada

Se você gosta de games com um desafio mais apurado, Ghostrunner vai fazer você sorrir, entretanto se você é um gamer que não gosta de ser testado com frequência, você pode ter grandes dores de cabeça. O jogo sequer oferece um ajuste de dificuldade mais baixo que o normal, sendo que o normal já consegue deixar você transtornado.

Entretanto, os desenvolvedores foram generosos com os checkpoints, o que torna sua missão de transpor cada level, menos penoso. Você vai morrer muito, podemos dizer que cada avanço no jogo acontece através de tentativa x erro, resultando em algum momento no acerto. Outro fator que ajuda é que as fases não são muito longas, o que torna as coisas mais dinâmicas.

Chegando ao final de cada nível, você vai ser informado o tempo que levou para transpor, quantas vezes você morreu e os colecionáveis que encontrou, esses são os seguintes:

  • Skins de katana
  • Gravações de áudio
  • Itens relacionados a historia

Vale ressaltar que se você procurar conseguir todas as conquistas no PC, PlayStation ou Xbox, deve-se atentar a esses itens. As transições de fase, ocorrem sempre por um elevador, alguns terminais aparecem para o protagonista receber o upload de uma nova habilidade ou upgrades para as que já possui, bem como o aumento dos slots (36 ao total) para os módulos de aprimoramento, por exemplo.

Confira abaixo nossa gameplay mostrando um pouco do jogo:

Gráficos e Gameplay

Se tem uma coisa que Ghostrunner oferece, são possibilidades durante sua gameplay. Você pode correr, pular, escorregar, correr em paredes e ao fazer tudo isso, ainda atacar. O game é muito rápido, e exige que o jogador faça movimentos quase que perfeitos.

Você ainda tem possibilidade de interações à parte das habilidades, como super pulo, shurikens e a desaceleração do tempo. Tem também áreas com ganchos para usar um chicote de energia, engrenagens e outdoors para hackear, trilhos para deslizar em alta velocidade entre outras possibilidades neste imenso complexo futurista. O game muitas vezes lembra Mirrors Edge, principalmente devido ao uso do Pakour. Vale ressaltar que as partes ruins do jogo citado, foram deixadas de lado, por exemplo.

Ademais, graficamente o jogo esta muito bem acabado, mostrando, como dissemos anteriormente, que mesmo com um orçamento de indie, o jogo esbarra em grandes produções. Os cenários são urbanos ou industriais, e sempre muito ricos em detalhes. Vale ressaltar que muitas vezes, você nem vai ter tempo de ficar reparando, devido a velocidade do jogo, entretanto, esta tudo lá.

Se você estiver jogando no PlayStation 4 Pro, você vai estar recebendo algumas melhorias, mas se você tem um PlayStation 5 ou um Xbox Series X, pode querer esperar um pouco mais, pois a A 505 Games anunciou que a versão de PlayStation 5 de Ghostrunner será lançada no dia 28 de setembro. Quem já possui o game de PlayStation 4 poderá fazer um upgrade gratuito. O título chega na nova geração com ray tracing no modo “fidelidade”, áudio 3D, resolução em 4K até 120 FPS, carregamentos instantâneos e “muito mais”, segundo uma publicação na conta oficial do jogo no Twitter.

Jogo vai ganhar upgrade gratuito para PlayStation 5 e Xbox Series X

Ghostrunner – Vale a Pena?

Apesar de ser um game com uma dificuldade elevada e controles tipicamentes de PC, Ghostrunner é um game que vale a pena ser conferido nos consoles, e opor todo tipo de jogador, até o mais casual. O game é muito divertido, e se você tiver um pouco de paciência, pode até conseguir fazer tudo sem maiores frustrações com a dificuldade.

O jogo vai estar ganhando sua continuação em breve, e com certeza deve se tornar uma franquia de relativo sucesso, principalmente se adequar a sua dificuldade. Se você ainda procura aquele game com temática cyberpunk e não jogo Ghostrunner, pense em dar uma chance ao jogo, você pode se surpreender.

Apaixonado por jogos e consoles desde 1990. Quando não esta escrevendo em algum site de games, esta jogando ou ensinando o Felipe a jogar.

Continue Reading
Comments

Destaques

Todos os direitos reservados | Games Ever 2018 - 2022