Continua após a publicidade..
Continua após a publicidade..
DestaqueNotíciasRetrô

Castlevania | Dawn of Sorrow — Um clássico do Game Boy Advance

O melhor Castlevania para se jogar na longe da TV

Continua após a publicidade..

Adicionar novo post

Quando falamos em Castlevania, dois jogos são lembrados automaticamente, um é o marcante e insuperável Castlevania: Symphony of the Night e o outro é o impagável Castlevania 64, um jogo que o mais fanático fã da franquia poderia defender. Mas hoje falaremos de um jogo que está entre essas duas obras, Castlevania: Dawn of Sorrow.

Se você é fã da franquia, e conheceu os jogos lançados para as plataformas mobie, já percebeu que Dawn of Sorrow carrega o nome do jogo lançado para Game Boy. Isso não é um mero acaso, pois essa versão de Game Boy Advance carrega todo DNA do jogo do irmão mais velho. Dawn of Sorrow começa exatamente de onde o jogo anterior parou. Ainda que lançado muito depois, a história do jogo se passa apenas um ano após a tentativa de Drácula tentar dominar o mundo. Nosso protagonista Soma Cruz ainda tenta desafiar seu destino, negando ser a reencarnação do vampirão. Teremos de fugir de fanáticos religiosos que querem a todo custo nos sacrificar.

A verdade, é que para além de sua história muito bem encaixada, Castlevania: Dawn of Sorrow é um jogo equilibrado em todos os aspectos, trazendo o que há de melhor entre a exploração e os jogos de plataforma. Boa parte da alegria em explorar o jogo, está relacionado a forma com que o castelo foi construído, uma maneira intrincada de se aventurar pelos domínios do mal. Você passará horas vagando pelo castelo sem nem perceber que o está fazendo. Além disso, temos o sistema de batalha, que ainda muito inspirado em Aria of Sorrow, tudo continua muito divertido.

Se o sistema de batalha já era muito bem feito no Game Boy, no DS as coisas ficaram ainda melhores. A função de trocar de alma ficou muito mais fácil e fazemos isso naturalmente, o que não acontecia no Game Boy. A função Touch Screen trouxe novas possibilidades e todas ela melhoraram o jogo, uma possibilidade que a falta de modernidade impedia de acontecer no passado. Se o que já funcionava bem, ficou melhor, a adição de novos mecanismos deixaram o jogo ainda melhor.

O novo sistema Magic Seal usa a caneta Styluss do DS para podermos enfrentar os inimigos de uma maneira totalmente diferente. Além disso, podemos usar esses mesmos recursos para desvendar enigmas e desbravar os desafios do castelo. Ainda que alguns recursos pareçam ter sido colocados para usar os recursos modernos do DS, tudo funciona muito bem. Além disso, tudo que está presente nos melhores jogos da franquia, estão presentes nessa versão, ainda que de uma maneira mais modesta.

Vale ressaltar que o jogo ganhou algumas outras versões, mas Castlevania: Dawn of Sorror é o melhor jogo da franquia lançado para Nintendo DS. Definitivamente.

Marcelo Souza

Apaixonado por jogos e consoles desde 1990. Quando não esta escrevendo em algum site de games, esta jogando ou ensinando o Felipe a jogar.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo
Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial