Continua após a publicidade..
Continua após a publicidade..
DestaquePlayStationReviewSwitchXbox

Twice Reborn: A Vampire Visual Novel | REVIEW

Continua após a publicidade..

A temática dos vampiros sempre mexeu com o imaginário popular, e nunca sai de moda. Se você quer se imaginar um jovem recém transformado em vampiro com todos os seus dilemas pessoais, então precisa conhecer o mais novo jogo da Eastasiasoft, Twice Reborn: A Vampire Visual Novel.

  • Jogo: Twice Reborn: A Vampire Visual Novel
  • Desenvolvedora: Ratalaika Games
  • Publicadora: Eastasiasoft
  • Lançamento: 22 de fevereiro de 2023
  • Número de Jogadores: 1
  • Gênero: Visual Novel
  • Plataformas: PS4, PS5, Xbox One, Xbox Series X, Nintendo Switch
  • Site Oficial: Aqui

Vampiros Nunca Saem de Moda

A lenda dos vampiros logo ganhou forma no imaginário popular com diversos filmes, séries e livros incríveis. Há alguns visual novels também, no mercado, que exploram essa temática, apesar de não ser tão comum quanto se poderia imaginar. Mas agora a equipe do First Step Cinematics e do Ratalaika Games nos trouxeram um legítimo visual novel que nos coloca na pele de Mark Delaware, um recém-vampiro.

Mark foi transformado em um vampiro, logo no começo do jogo. E assim começa seu conflito pessoal, quando ele entra de cabeça em uma intrincada trama que envolve facções rivais de vampiros em sua comunidade, uns mais violentos, outros menos. Caberá a Mark decidir qual caminho ele planeja trilhar, e a qual facção ele irá jurar lealdade. Com sua vida em risco, cada escolha de Mark pode avançar sua história ou ser a sua última.

Uma Vida de Escolhas

Há dois tipos de visual novel: os que possuem múltiplos caminhos e os que possuem apenas uma rota a ser seguida. Twice Reborn: A Vampire Visual Novel é do primeiro tipo, o que quer dizer que há diversas rotas dentro do jogo para serem exploradas, de acordo com as escolhas feitas pelo jogador em momentos-chave. Algumas escolhas são simplesmente banais, ou seja, não influenciam no caminho do jogo, apenas oferecem uma opção diferente de diálogo em algum momento. Mas outras escolhas podem mudar completamente a rota que segue no jogo, quais personagens conhecemos e por fim, o final do jogo.

Sede de Sangue

Mark conhecerá diversas pessoas ao longo da história, com diferentes níveis de relacionamento. Alguns querem matá-los, outros apenas recrutá-los para seus fins particulares. Há um indicador de relacionamentos dentro do jogo, que representa o quão próximos estamos de alguns personagens. Não é possível ficar bem com todo mundo, então, obviamente, temos de tomar lado em uma guerra que na verdade nem é nossa.

Vale mencionar que Mark pode morrer, diversos de seus finais são mortes antecipadas ocasionadas por escolhas “erradas” ao longo da história. Caso isso aconteça, terá de reiniciar do save mais próximo, o que não chega a ser um problema. Também é bom prestar atenção ao nível de Bloodlust, a sede de sangue de Mark. Esse indicador marca o quanto Mark sente a necessidade de beber o sangue de uma vítima. Esse caminho é desaconselhável pois sempre levará o jogador a um final ruim, então precisa ser evitado a todo custo. No decorrer do jogo, Mark precisará gerenciar a sua sede de sangue.

Nem Comprido Demais Nem Curto Demais

Twice Reborn: A Vampire Visual Novel não possui muita duração, sendo um jogo com cerca de 6 horas. Quem é fã de visual novel sabe que isso é pouco tempo para contar uma história com várias reviravoltas e plot twists, Mas Twice Reborn se esforça pra entregar o máximo possível de densidade no menor tempo possível. Em resumo, o jogo não “enrola”, com longas apresentações de personagens que duram capítulos inteiros, e passa direto para os pontos que mais interessam. Se você for do tipo que gosta de uma imersão longa e demorada em um universo diferente, esse jogo pode lhe desagradar, mas se gosta de visual novels mais curtos e focados, esse aqui é do jeito que você gosta.

O jogo conta com um script de mais de 95.000 palavras, 20 finais possíveis, mais de 30 personagens dublados e uma galeria de arte com várias cenas do jogo e dos personagens. Há 5 idiomas para escolher, mas infelizmente não tem o idioma português. O público brasileiro já está acostumado a não encontrar seu idioma natal nos visual novels do mercado, então, venha com sua inglês afiado para não perder nada da história.

Twice Reborn: A Vampire Visual Novel – Vale a Pena?

Twice Reborn: A Vampire Visual Novel não se destaca entre os visual novels do mercado, mas consegue cumprir sua missão de contar uma história interessante abordando o universo dos vampiros de um jeito pouco usual. Um visual novel curto e envolvente, que prende a atenção mas tinha potencial para ser muito melhor.

Twice Reborn: A Vampire Visual Novel foi avaliado através de uma cópia gentilmente cedida pela Eastasiasoft – Agradecemos a cordialidade!

Confira também nossos outros reviews.

Twice Reborn: A Vampire Visual Novel

Gráficos - 8.5
Jogabilidade - 7.5
Diversão - 9
Som - 8.5
Dificuldade - 7.5
Fator Replay - 9

8.3

Twice Reborn: A Vampire Visual Novel não se destaca entre os visual novels do mercado, mas consegue cumprir sua missão de contar uma história interessante abordando o universo dos vampiros de um jeito pouco usual. Um visual novel curto e envolvente, que prende a atenção mas tinha potencial para ser muito melhor.

User Rating: Be the first one !

João Paulo Solano Lopes Filho

Sou um fã de videogames desde que me conheço por gente, principalmente de RPGs. Tento convencer os meus pais e a mim mesmo que não sou um viciado (acho).

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo