Continua após a publicidade..
Continua após a publicidade..
DestaqueReview

Top Racer Collection | REVIEW

Aperte o cinto e Banzai!

Continua após a publicidade..

Um clássico dos games voltou. A QUByte Interactive presenteia os amantes de games, especialmente os de jogos de corrida, lançando Top Race Collection, uma coletânea que oferece a possibilidade de desfrutar dos jogos Top Racer, Top Racer 2 e Top Racer 3000, e como se não fosse muito, ainda temos um conteúdo inédito disponível. Confira abaixo nossas impressões desse grande lançamento e volte as ruas na era 16-bits, mas com a elegância da atual geração.

  • Desenvolvedora: QUByte Interactive
  • Publicadora: QUByte Interactive
  • Lançamento: 06 de março de 2024
  • Número de Jogadores: 1 – 2
  • Gênero: Corrida
  • Plataformas: PS4, XBO, PS5, XSSX, Switch, PC
  • Site OficialAqui

Banzai no visual

A princípio, alguns podem estranhar o nome, pois Top Racer, é conhecido no Brasil Como Top Gear, mas por motivos de patentes, o jogo não pode ser lançado com o nome mais popular por aqui. Pouco importa, pois a franquia de corrida mais amada dos 16-bits está intacta nessa coleção. O jogo foi muito popular no Brasil, principalmente pela demora que nós jogadores brazucas temos em aderir novas gerações de consoles. Enquanto o resto do mundo já experimentava jogos em 32-bits, boa parte dos jogadores por aqui, ainda estavam entusiasmados com o Super Nintendo, e consequentemente com Top Racer, que já tinha 3 jogos lançados.

Continua após a publicidade..

Vale ressaltar que, ainda podemos encontrar algumas máquinas de fliperama adaptadas para rodar o jogo, como já acontecia no final da década de 2000, quando os árcades já sofriam com o desinteresse dos jogadores mais hardcores. Agora, mais de 30 anos após o lançamento dos jogos originais, podemos jogar novamente, e além de tudo, com melhorias que incrementam ainda mais a experiência, um motivo a mais para que tento a geração que jogou o game na década de 90 e as gerações atuais, conheçam os jogos da franquia.

Assim que iniciamos Top Racer, percebemos o quanto os Devs da A QUByte Interactive capricharam no jogo visando manter a originalidade do jogo, ainda que muitas melhorias tenham sido implantadas. Se você experimentou jogos dos anos 90 que foram lançados nesse formato, bem sabe que o maior desafio é atualizar os gráficos para as novas telas, como vemos em Top Racer, as coisas não poderiam sair melhores. O jogador terá a opção de ajustar filtros, tipos de imagem e até mesmo o plano de fundo. Ainda que o modo normal n]ao seja o mais agradável por cortar muito da tela, com certeza é o modo que mais aproveita das melhorias gráficas do jogo. O modo tela cheia, se aproxima [e o mais legal de se jogar, mas conforme expandimos a tela, os pixels aumentam e com isso perdemos definição gráfica.

Top Racer Collection_20240307101516

A evolução gráfica é evidente, principalmente nas cores do jogo, tudo tem vida, e todas as telas foram feitos com um capricho que deixam o jogador a vontade, experimentando menus totalmente traduzidos, interface intuitiva e simples. Para os fãs mais hardcore, existem os já conhecidos filtros que visam trazer a experiência de um monitor CRT. A opção de jogar com o filtro CRT mais tela cheia foi a que mais me agradou. Vale ressaltar que cada jogo oferece melhorias respectivas versões, sendo que, o primeiro jogo oferece uma limitação gráfica maior, com pixels maiores, e Top Racer 3000 jã tem uma definição gráfica melhor.

Por fim, o jogo poderá ser cansativo para os jogadores atuais, principalmente no primeiro jogo, pois os gráficos pixelados, combinado com o formato gráfico, subindo e descendo colinas, curvas acentuadas e detalhes que passam rapidamente na tela, podem cansar o jogador. Isso acontece em menor proporção nos jogos mais atuais, mas mesmo assim, o jogo acaba cansando após algumas horas consecutivas de jogatina.

Top Racer Collection_20240307124017

O poder da música

Top Racer marcou uma geração de jogadores, n]ao s[o pela sua qualidade gráfica aliada a uma jogabilidade única e elementos divertidos. A música do jogo [e um fator que até hoje faz com que uma legião de fãs balancem os pés ao ouvir a trilha sonora feita por Barry Leitch, que atualmente desfruta de seus 53 anos. Mutas da nossa nostalgia e amor pelo jogo vem dessa trilha sonora, e a remasterização feita pela desenvolvedora brazuca foi nada menos que impecável.

A inclusão de um teste de som com a possibilidade de ouvir todas as músicas na íntegra, é algo incrível, e com certeza, fará os fãs ligarem suas TVs e monitores em um volume mais alto que o comum. Se você possuir um sistema de som com uma qualidade mais elevada, notará o quanto a remasterização trouxe mais vida ao jogo. Será que teremos essa trilha disponibilizada em algum aplicativo de streaming… fica a dica QUByte.

Além dos diversos modos, e mais de 140 pistas para o jogador se deleitar, ainda temos o modo cooperativo online, onde o jogador pode desafiar um jogador para o modo campanha ou partida rápida. Esse desafio pode acontecer em uma sala pública ou privada. Também podemos jogar desafiando um amigo na tela dividida em todos os jogos. Diversão garantida ao desafiar um amigo lado a lado em uma tela dividida.

Top Racer Collection — Vale a pena?

Avaliar Top Racer Collection é uma alegria por muitos motivos, isso passa pelo fato do jogo ter feito parte de uma época em que eu começava a entender melhor Vídeo Games, pois já estava no meu segundo console. É de grande importância reservar um espaço para ressaltar o trabalho da QUByte Interactive, que a cada dia, aumenta sua relevância na indústria gamer com ótimos lançamentos, e como uma empresa brasileira, a alegria é ainda maior.

O esforço e dedicação da desenvolvedora para trazer um game que agradasse jogadores antigos e novos é evidente, e funcionou. Top Racer Collection traz toda a magia do game que conquistou uma legião de fãs, principalmente no Brasil. Com gráficos aprimorados, cores renderizadas e escolhidas da maneira correta, além muitas opções de jogo, incluindo um modo on-line, deixam o jogo extremamente divertido. A cereja do bolo fica por conta de um novo modo de jogo inédito.

A parte negativa do jogo fica por conta da adaptação. Ainda que a QUByte tenha feito o possível para adaptar o jogo a nova realidade, Top Racer Collection pode cansar os jogadores, principalmente nas telas maiores, pois os efeitos do jogo, bem como seus sprites, não se adaptam muito bem as novas telas.

Resumindo, estamos diante de um jogo que merece ser conferido, primeiramente pelo valor histórico, por ser um jogo que até hoje está no imaginário de quem o jogou, sendo lembrado por esses sempre que possível para os jovens que ainda não o conhecem. Outro motivo é o trabalho da QUByte Interactive, não só por esse jogo ou por ser um estúdio nacional, mas por todo trabalho ao longo dos anos.

Top Race Collection

Gráficos - 8
Jogabilidade - 7
Diversão - 8
Som - 9.5
Dificuldade - 7.5
Fator Replay - 8

8

Bom

Top Racer Collection é um game obrigatório para quem quer relembrar ou conhecer um clássico dos games. Game conta com novos gráficos, cores, menus e músicas renderizadas. Ainda que possa ser datado, se a diversão não vier no single player, o modo de dois jogadores local é um diversão certa.

User Rating: Be the first one !

Marcelo Souza

Apaixonado por jogos e consoles desde 1990. Quando não esta escrevendo em algum site de games, esta jogando ou ensinando o Felipe a jogar.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo