REVIEW | Forgotten Hill Desillusion – Um ‘point-and-click’ deliciosamente aterrorizante

Os anos 90 nos trouxeram diversos estilos novos de games, desde os games de plataforma, até os de luta e RPgs, e dentre esses estilos, temos o Point-and-Click que fez muito sucesso na época, principalmente entre os donos de 3DO e Sega CD. Forgotten Hill Desillusion é um game que nos remete diretamente a essa época.

O Point-and-Click da FM Studio publicado pela conhecida Ratalaika Games SL chega recheado de terror e puzzles extremamente bem construídos. Confira abaixo nosso review desse excelente game e surpreenda-se com esse game cheio de terror e esquisitice.

  • Jogo: Forgotten Hill Desillusion
  • Desenvolvedora: FM Studio
  • Publisher: Ratalaika Games SL
  • Lançamento: 17 de dezembro de 2021
  • Número de Jogadores: Single Player
  • Gênero: Point-and-Click / Puzzle
  • Plataformas: Xbox Series X, PlayStation 4, Nintendo Switch, PlayStation 5, Xbox One

Uma aventura em um museu estranho e cheio de terror

Como um bom jogo de terror Forgotten Hill Desillusion conta uma historia de terror e suspense que tenta cativar o jogador. O game se passa dentro do antigo museu Forgotten Hill Museum, e vai ser lá que você vai se aventurar por todo o game.

O estranho e assustador museu é um lugar onde o passado, o presente, a natureza, a arte e o desconhecido são exibidos e interagem com o expectador de diversas maneiras. De imediato você é alertado: Para ter a melhor experiência desta visita, um conselho: nunca acredite nos seus olhos. Nunca se esqueça disso!

No jogo point & click em primeira pessoa nos apresenta uma atmosfera de terror e ambientação grotesca, focado na resolução de quebra-cabeças e enigmas para descobrir os segredos deste lugar perturbador e cheio de mistérios. Você deve resolver o mistério e escapar, mas, acima de tudo, sobreviver.

Em meio a tudo isso você vai se divertir com um game cheio de identidade e com um clima totalmente diferente do habitual. Forgotten Hill Desilusion é um game extremamente divertido e com uma proposta aterrorizando e cheio de bizarrices.

Divertidamente sombrio

Desde os primeiros minutos que você passa a jogar Forgotten Hill Desillusion você percebe a tendência do game a expor o jogador ao terror, suspense e algumas bizarrices, que tornam o game muito interessante. Esse conjunto de aspectos tornam o game um prato cheio para quem curte um game de terror. Se você curte essa temática nos games, é muito difícil que você não curta o game da FM Studios.

O jogo é recheado de puzzles e todos eles vão testar a sua atenção e perspicácia. Explorar o museu e todos os seus cômodos é extremamente divertido e vai desafiar a sua atenção e criatividade. O game usa e abusa do gênero point-and-click fazendo com que o jogador fique fuçando por tudo no cenário.

Até os itens mais inusitados podem conter a solução de um puzzle, e isso torna o game extremamente diversificado. além da já conhecida combinação de notas em livros, itens escondidos, livros perdidos e combinações e chaves para abrir portas, o game oferece mais que isso.

Você vai precisar interagir com outros integrantes do museus, que vão desde animais pouco usuais, até personagens humanos que nos inspiram uma certa antipatia, por motivos que você vai perceber por si só. O game vai oferecer uma gama de acontecimentos que vai fugir do terror comum, e isso com certeza vai cativar o jogador mais atento.

Entretanto, vale ressaltar que essas esquisitices também pode espantar o jogador mais casual, ou que procura um jogo mais digesto, com peculiaridades um tanto quanto mais comuns.

Terror pra quem gosta de Puzzles

Como dissemos anteriormente Forgotten Hill Desillusion é um jogo que vai testar sua inteligência e principalmente sua atenção. O jogo tem muitos, mas muitos puzzles mesmo, e eles vão aparecer na sua frente a cada minuto. Se você não curte ficar sendo desafiado a todo momento, você pode largar o jogo na primeira meia hora.

Ficar preso em um determinado local, tentando resolver um puzzle por dezenas de minutos é algo que pode acontecer muitas vezes. O jogo conta com cerca de 60 puzzles ao longo de toda sua gameplay, então se prepare para ser testado.

Como dissemos anteriormente, o jogo tem diversos tipos de puzzle, e esses diversos modelos podem cansar o jogador. A abordagem é diferente e até interessante, mas tem um advento bastante negativo: ela cansa o jogador por estar sempre desafiando sua perspicácia. Por diversas vezes fique irritado por saber exatamente o que fazer, mas ter de ficar memorizando uma sequencia de ação, me cansou.

Ademais de a jogabilidade oferecer um padrão desde o inicio do jogo, as maluquices com os puzzles não oferece esse prazer. Como curto bastante esse tipo de game, mesmo nos momentos mais difíceis eu realmente estava cativado por tudo que cerca o jogo, e isso me manteve nele até o fim, entretanto, jogadores menos envolvidos com o gênero, podem pular fora, mesmo com uma narrativa tão boa.

A beleza dos gráficos dos anos 90

Uma das coisas mais legais em Forgotten Hill Desilusion são seus gráficos, e não por que eles são um exemplo para a nova geração de consoles, muito pelo contrario. O game nos remete a gráficos extremamente propositalmente datados, soando quase como um filtro de imagem.

Se você jogou os games do gênero no Sega CD ou no 3DO que foram os games que popularizaram o estilo de game point-and-click, vai notar que Forgotten Hill Desillusion nos trouxe essas mesmas características. Cores opacas e sem vida, um aspecto de abandono e principalmente os granulados da tela.

Todos esses aspectos deixam o game com um clima de terror ainda mais divertido. Essa sensação só aumenta conforme você vai desvendado o museu, e principalmente começa a se deparar com personagens que nos remetem aos filmes de terror B dos anos 90.

Ademais, vale ressaltar aqui que você não vai tomar sustos aleatórios no game. O terror em Forgotten Hill Desilusion é algo mais sutil, um terror que incomoda constantemente e não com sustos, violência ou imagens sangrentas, por exemplo. O terror aqui é mais sofisticado, por mais simples que o game possa parecer.

Sonoramente falando o game também esta muito bom e consegue manter o jogador vidrado no game, mesmo nos momentos mais tensos. Dificilmente você vai perceber que o som esta lá, mas quando algo acontece, você percebe o quanto ele é importante e esta incorporado ao game.

Infelizmente nossos personagens não falam, e isso poderia ser diferente, pois personagens tão estranhos, deveria ter vozes para corroborar a ambientação da historia. No máximo nossos amiguinhos sombrios do game resmungam quanto você tem, ou tenta interagir com eles durante a gameplay. Vale ressaltar que isso não atrapalha a experiência no jogo, mas seria bem mais interessante se as vozes estivessem presentes.

Melhorando a Experiência

Apesar do DualSense ser um controle incrível e que oferece muitas possibilidades, em Forgotten Hill Desilusion a experiência não é boa. Não por causa do controle da Sony, mas sim devido as próprias mecânicas do jogo. A impressão que temos é de que os controles do game não foram feitos para se jogar em controles de consoles.

Devido ao próprio gênero de Forgotten Hill Desillusion, desde os primeiros minutos do jogo já percebemos uma certa dificuldade em escolher os itens e os locais aonde devemos interagir. Não é que não funciona, mas sim funciona de maneira pouco intuitiva, lenta e sem muita precisão, o que acaba deixando o jogo um pouco arrastado.

Você logo de início vai imaginar o quanto seria melhor jogar com teclado e mouse. Com certeza a interação com os dois itens de PC, tornariam a gameplay bem mais dinâmica e divertida. De qualquer maneira, mesmo que não sendo a melhor maneira para se jogar Forgotten Hill Desilusion, a impressão que temos é que os controles poderiam ser melhor otimizados para os consoles.

Confira abaixo nossa gameplay e não deixe de se inscrever no canal para acompanhar todas as nossas jogatinas:

Forgotten Hill Desilusion – Vale a pena?

Como sempre essa é uma pergunta muito particular, entretanto, se você leu essa matéria até aqui, é porque de alguma maneira Forgotten Hill Desillusion já despertou seu interesse. E em meio a gráficos datados, um terror extremamente bem dosado em um game com a cara do point-and-click dos anos 90, Forgotten Hill Desilusion é um game que vale a pena ser conferido.

Apesar de ter os controles lentos e meio confusos, e carecer de alguma dublagem, o game oferece uma gameplay recheada de diversão e desafios na dose certa. Além disso o game oferece, como de costume da Ratalaika Games uma ótima grade de troféus/conquistas, que agrada o jogador mais competitivo, por exemplo.

Ademais, Forgotten Hill Desilusion é uma ótima pedida para quem procura aquele game rapido e divertido para ser jogado em uma tarde pós festas de fim de ano, dosando diversão e desafio em um dos games mais legais que a Ratalaika Games já lançou nesse gênero.

Forgotten Hill Desilusion foi avaliado através de uma cópia gentilmente cedida pela Ratalaika Games SL – Agradecemos a cordialidade!

Forgotten Hill Desilusion

Gráficos - 80%
Jogabilidade - 70%
Diversão - 80%
Som - 70%
Dificuldade - 80%
Fator Replay - 70%

75%

Um game point-and-click cheio de personalidade focado no terror, no suspense e em algumas boas bizarrices. O game surpreende pela diversão, bons gráficos e puzzles inteligentes.

User Rating: No Ratings Yet !
The following two tabs change content below.
Apaixonado por jogos e consoles desde 1990. Quando não esta escrevendo em algum site de games, esta jogando ou ensinando o Felipe a jogar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *