Existem jogos que nos marcam para vida toda, não por serem exímios, mas por serem pioneiros em algum momento de nossas vidas como gamers. Dark Seed, em um canto triste de uma locadora foi um desses games para mim.

Confira abaixo um breve review desse jogo que é um desconhecido para muitos, mesmo estando em diversas plataformas.


 

  • Jogo: DarkSeed
  • Desenvolvedora: Cyberdreams
  • Publisher: GaGa Communications
  • Lançamento: 07/07/1995
  • Numero de Jogadores: Single Player
  • Gênero: Adventure / Point-and-click
  • Plataformas: Saturn (Avaliada), PlayStation, AmigaOS, PC

Dark Seed – A historia

Sabe aquele jogo com uma história rasa, clichê e sem imaginação? Ou aquela história de heróis, aonde temos tudo de certinho acontecendo? Dark Seed não é essa história. Assim como muitos jogos de Saturn, Dark Seed é uma história intrincada, cheia de ficção e leves toques de terror.

Você dá vida há Mike Dawson um publicitário e escritor de sucesso que recentemente comprou uma velha mansão em Ventura Drive, na pequena cidade de Woodland Hills.

Dark Seed - Terror e ficção.

Dark Seed – Terror e ficção.

Em sua primeira noite na casa, Mike tem um pesadelo sobre ser aprisionado por uma máquina que atira um embrião alienígena em seu cérebro. Ademais, ele acorda com uma grande dor de cabeça e, após tomar um analgésico e um banho, começa a explorar a mansão.

Ele encontra pistas sobre a morte do dono anterior, que revelam a existência de um universo paralelo chamado Mundo das Trevas governado por alienígenas sinistros chamados Antigos. Partindo desse momento você começa a se aprofundar na trama.


Gráficos e Afins

Essa parte é difícil de avaliar hoje em dia, pois eu tenho na memória um game muito bonito e com gráficos detalhados, entretanto, todos devem olhar o game como no seu tempo de lançamento. O game envelheceu até que bem, diante de alguns jogos até mais novos que ele (Nosso review do Turok prova isso, confira!)

Ademais, Dark Seed saiu para diversas plataformas, dentre elas o Sega Saturn e PlayStation, plataformas mais populares por essas bandas, sendo assim vamos comparar as duas versões.

Dark Seed - Gráficos mantem o estilo poin-and-click da década de 90

Dark Seed – Gráficos mantem o estilo poin-and-click da década de 90

Confesso, que mesmo tendo jogado as duas, primeiramente a de Saturn, e uns bons anos depois a de PlayStation, eu achei a de Saturn levemente melhor. Tanto graficamente quanto na jogabilidade, pra mim a de Saturn se saiu melhor que a de PlayStation.

Cores mais vivas, um tom de preto mais intenso fazem o game ficar um pouco mais bonito no console da Sega. A jogabilidade se equipara nos duas plataformas, entretanto a versão da Sony parece um pouco melhor. O lado sonoro também me parece melhor no lado da SEGA, com sons mais nítidos e com alguns efeitos bem produzidos.

Vale ressaltar que nenhuma versão tem detalhes que fação você deixar de jogar o game. São versões bem parecidas que oferecem a mesma diversão. Confira a gameplay completa do jogo abaixo:


Um Point-and-click a frente de seu tempo

Lembro que olhei várias vezes para Dark Seed na locadora, mas por algum motivo mesmo atraído eu não o alugava. Peguei várias vezes na mão, mas sempre levava outra coisa para jogar no meu amado Saturn.

Entretanto, com a explosão dos jogos Point and click do 3DO, PC e Sega CD, que sempre apareciam a Super game, Game Power e Ação Games, eu acabei ficando curioso. Dark Seed, sem querer seria meu primeiro jogo no gênero, e talvez por isso, 26 anos depois eu estou jogando o game novamente e falando sobre ele.

Dark Seed - Jogo é um dos melhores do gênero no Sega Saturn

Dark Seed – Jogo é um dos melhores do gênero no Sega Saturn

Ademais, o jogo além de ter a seu favor o fato de fazer parte de um gênero novo na época, também é cheio de terror, sendo um game muito assustador. Ate hoje me lembro dos sustos diante da minha Mitsubish de 14 polegadas as altas horas da madrugada. Não pense em um terror clichê como em Resident Evil, é algo mais sutil, sofisticado.

O jogo hoje se enquadraria em um gênero como o terror psicológico. Um terror mais ambiental criado por uma atmosfera pesada e cheia de suspense. O clima gótico do jogo também ajuda em ambientar o terror psicológico do jogo.

Mais do mesmo, mas um pouco diferente do que os games na época apresentavam. Uma dos aspectos interessantes do game, era a obrigatoriedade de determinadas ações para prosseguir no jogo. Não basta saber o que fazer, você tem de cumprir todas as metas para poder resolver um enigma.

Dark Seed

Dark Seed

Se você já sabe que atrás de um quadro tem uma porta que precisa de uma senha, e você sabe qual é a senha por que você já a pegou dentro de um vaso anteriormente, mas morreu antes de fazer um save por exemplo, não adianta ir direto ao quadro. Você precisa ter a senha para poder prosseguir.


Enigmas para todos os gostos

Como todo bom game do gênero, Dark Seed é baseado em enigmas, e são eles que vão fazer você seguir em frente ou desistir de terminar a historia. O jogo pode te deixar a qual quer momento em um beco sem saber o que fazer, ou colocar você diante de um enigma que não será fácil de resolver, por exemplo.

Particularmente, quando joguei o game não tinha muito o que fazer para resolver esses enigmas. Não havia o advento da internet, com isso vídeos no YouTube ainda era algo que não se podia fazer, ou encontrar. Aas revistas não davam muita atenção a esse tipo de jogo, sendo assim o que de melhor se podia encontrar, era alguma matéria falando sobre o jogo, mas um detonai, eu não me lembro de nenhum.

Dark Seed - Jogo cheio de Puzzles

Dark Seed – Jogo cheio de Puzzles

Ademais, apesar de jogar muito o game, eu não terminar o jogo, e olha que joguei por muito tempo (Não mais que Dragon New). Muitos dos enigmas eu resolvi traduzindo alguns textos, mas outros, nem assim eu consegui fazer. Conseguir se adaptar a mecânica de dois mundos do game foi demais para mim na época, as vezes eu ia de boa, mas quando essa linearidade variava, a coisa descambava para uma dor de cabeça sem fim.

Entretanto ressalto, esse era o fator mais legal do game, poder alternar entre dois mundo, com uma historia boa (ao menos para mim) fazia com que as coisas ficassem desafiadoras a cada puzzle. Precisar efetuar tarefas no mundo de Mike para conseguir avançar no mundo paralelo, vai fazer toda a diferença.


Dark Seed – Vale a Pena?

Sem rodeios. Dark Seed  vale a pena sim, principalmente se você é um gamer que preza primariamente pela diversão e desafio, independente de plataformas ou idade de um game. Pessoalmente tenho grandes lembranças do game, e se tivesse uma cópia original viável do jogo, eu compraria com certeza.

mesmo não sendo um game excepcional em nada, Dark Seed é um game bom em quase tudo. vale ressaltar o desafio. Para jogadores acostumados com mapas indicando o que fazer e aonde ir, cuidado, você pode ter ficar travado no game, mas sendo você um gamer desbravador e astucioso, nada vai impedir você de ter grandes momentos no game.

Nota: 7

Clássico do PS1 com troféus A principais notícias do dia 15 de maio