Compartilhar contas digitais com jogos de PlayStation não é algo novo. Desde o lançamento da PSN no Brasil, essa prática acontece, e com o passar dos anos se tornou um negócio bastante rentável.

Esses sites oferecem contas primárias onde o jogador pode usar o game direto na sua conta legítima e ganhar, por exemplo os cobiçados troféus, ou contas secundarias, onde você joga obrigatoriamente na conta ilegal.

Essas contas não são de propriedade do comprador, e quando você deixa de jogar o game, em muitas vezes o site acaba tocando a senha da conta e o usuário perde o acesso.

Devido a esses fatores, muitas vezes essas contas são vendidas com descontos generosos, já que o proprietário em algum momento vai passar a conta para outro jogador.

Para combater essa e outras práticas ilegais, a operação 404 deflagrada pela polícia, tem como foco acabar com esses sites que vendem contas compartilhadas. Com um vídeo compartilhado pela TV Justiça Oficial no YouTube, podemos ver em uma parte do vídeo uma planilha com várias contas do PS4.

Conforme levantado pela polícia, os lucros desses sites ilegais podem chegar ao valor de até R$ 20 mil por mês, um valor bem alto por contas de jogos compartilhadas. Além dos jogos, a Operação 404 terminou com serviços piratas de streaming e aplicativos suspeitos, segundo relatos oficiais da polícia.

Clássico do PS1 com troféus A principais notícias do dia 15 de maio