Connect with us

Destaque

Druken Fist 2: Zombie Hangover | REVIEW

Published

on

Imagine acordar com uma ressaca maldita, morrendo de dor de cabeça, se levantar (meio cambaleante ainda), sentir a garganta seca e ver que na sua casa (ou trailer) não tem nada para molhar a goela além de água! O que fazer? Bem, porque não sair e comprar mais pinga pra matar essa sede não é mesmo?

Mas, ao abrir a porta de sua casa, você se depara com uma infestação de zumbis! O que fazer? Talvez, descer a porrada em cada um deles até conseguir mais bebidas! Que grande ideia!

  • Jogo: Druken Fist 2: Zombie Hangover
  • Desenvolvedora: Deklazon
  • Publicadora: Eastasiasoft
  • Lançamento: 22 de junho de 2022
  • Número de Jogadores: Single Player
  • Gênero: Ação
  • Plataformas: PS4, PS5, Xbox Series, Xbox One, Switch, PC.
  • Site Oficial: Eastasiasoft

Sinta-se como um verdadeiro bêbado!

Serei sincero nesse review: Drunken Fist 2 é um game complicado de se analisar, isso porque ele tenta ser engraçado, e em alguns momentos ele até é, mas todo o conjunto do game é desastroso.

O game tenta simular como é jogar com um cara embriagado, tentando dar socos e chutes em zombis, que parecem que estão mais bêbados do que o protagonista, enquanto rola muitos desmembramentos e litros de sangue. Alinhado à gráficos simples e desinteressante, que tentam dar um “ar” de desenho ou algo parecido, atrelado à uma jogabilidade dura, lenta e ruim, chegando a causar desconforto para o jogador de tão lento é os golpes do protagonista e o quão chato é o balançar da câmera.

O protagonista, anda todo torto e a câmera segue esse estilo, indo de um lado para o outro e deixando o jogador até enjoado pelo balançar das coisas. Quando chegamos perto de um zumbi (com muita dificuldade, diga-se de passagem), é possível desferir socos e chutes no monstro, fazendo com que braços, pernas e cabeças saiam voando pelos ares. O problema é que o protagonista parece um boneco de pano andando e dando porrada! Os braços e pernas dele se dobrão de um jeito esquisito, se movimentam de um jeito esquisito…

Espalhados pelo cenário temos alguns itens que ajuda a avançar no progresso (isso se você aguentar jogar por mais de 5 minutos) do game. Esses itens podem curar a vida do protagonista, dar mais força ou deixá-lo mais bêbado. Os inimigos também variam com o tempo, aparecendo não somente zombis, mas também outros monstros infectos pelo caminho.

O progresso é lento, tendo em vista que o protagonista anda bem devagar e os zumbis são mais lentos ainda! Dá até sono de andar nesse jogo tamanho é a lerdeza do povo. as músicas e os efeitos sonoros também não ajudam muito, tendo músicas de rock bem genéricas e repetitivas, efeitos sonoros de impacto são “ok” e o que posso acrescentar é que temos um locutor chato que fica falando o tempo todo a cada golpe que desferimos.

Já os zumbis não ficam esperando com que mandemos eles para o pós-vida e por vezes, já chegando metendo a porrada na gente. Socos, chutes e ganchos são alguns dos golpes que eles usam contra nós. Já o nosso personagem, pode usar tacos, pedaços de canos, barras de ferro com concreto para destroçar os monstros e caso queira, pode até fazer xixi no chão e provocar um escorregão do zumbi no xixi e com isso, meter a porrada nele.

Druken Fist 2: Zombie Hangover, vale a pena?

Como eu disse mais acima, é complicado dizer se o game vale ou não à pena pois vai de cada um. Ele possui uma proposta interessante, mas a forma que foi executada é que acaba estragando tudo. O personagem é lento, parece um boneco de pano, os zumbis se despedaçam com facilidade e as músicas genéricas não ajudam muito num contesto geral.

Por ser um game barato, custando cerca de R$40,00, talvez acabe valendo á pena adquiri-lo. Mas o melhor a se fazer, é esperar uma promoção para comprá-lo, ou assista alguns vídeos para ver se compensa ou não.]

Druken Fist 2: Zombie Hangover foi avaliado através de uma cópia gentilmente cedida pela Eastasiasoft – Agradecemos a cordialidade!

Druken Fist 2: Zombie Hangover | REVIEW

Gráficos - 4
Jogabilidade - 2
Diversão - 1
Som - 3
Dificuldade - 3
Fator Replay - 1

2.3

Ruim

Druken Fist 2 tenta inovar, trazendo um roqueiro bêbado descendo a porrada em zumbis, mas que infelizmente se torna um game praticamente injogavél por causa da câmera, a lentidão do nosso personagem e a jogabilidade de combate que é muito ruim.

User Rating: No Ratings Yet !

Apenas um gamer veterano que só quer saber de jogar qualquer game em qualquer console, pois vídeo game é tudo de bom!

Continue Reading
Comments

Destaques

Todos os direitos reservados | Games Ever 2018 - 2022