As notíciais ruins não para de acontecer pelos lados da Activision Blizzard, dessa vez elas atingem diretamente um dos CEOs da empresa. Uma petição para destituir o CEO da Activision Blizzard , Bobby Kotick, ganhou mais de 1.500 assinaturas de funcionários desde que foi ao ar na noite passada.

As assinaturas reunuem funcionários de toda as divisões da Activision Blizzard. Nomes de engenheiros seniores, gerentes de produto líderes, testadores de controle de qualidade, designers de jogos e outros assinaram a petição na esperança de que Kotick saia de seu cargo para que a Activision Blizzard realmente mude.

Abaixo você confere a nota oficial da petição, explicando os motivos da solititação de desligamento de Bobby Kotick:

“Nós, abaixo assinados, não temos mais confiança na liderança de Bobby Kotick como CEO da Activision. A informação que veio à tona sobre seus comportamentos e práticas na gestão de nossas empresas vai contra a cultura e integridade que exigimos de nossa liderança e conflita diretamente com as iniciativas iniciadas por nossos pares.

Pedimos que Bobby Kotick se retire como CEO da Activision Blizzard e que os acionistas tenham permissão para selecionar o novo CEO sem a contribuição de Bobby, que sabemos que possui uma parte substancial dos direitos de voto dos acionistas. “

Ademais, a Activision Blizzard tem estado sob intenso escrutínio desde que o Departamento de Fair Employment and Housing da Califórnia emitiu uma ação judicial contra alguns dos métodos de trabalhos utilizados pela empresa. Desde então, o CEO Bobby Kotick se tornou o foco da ira dos funcionários depois que uma reportagem do The Wall Street Journal alegou que o próprio Kotick sabia sobre casos de assédio sexual e não fez nada. Há até alegações de que ele interveio em nome do acusado enquanto uma mensagem de voz revela que ele ameaçou “destruir” uma funcionária.

Mais de 100 funcionários da Activision Blizzard fizeram uma greve logo após a publicação do relatório para protestar e pedir a renúncia dede Kotick. O conselho de diretores da Activision Blizzard até agora apoiou Kotick, mesmo quando outros acionistas pediram sua demissão.

Clássico do PS1 com troféus A principais notícias do dia 15 de maio