Continua após a publicidade..
Continua após a publicidade..
DestaquePlayStationReviewSwitch

Void Terrarium 2 | REVIEW

Continua após a publicidade..

2 anos após o lançamento do jogo anterior, o roguelite apocalíptico da NIS América está de volta. Aprimorando detalhes do jogo anterior, Void Terrarium 2 mistura elementos de Dungeon RPG Roguelite com Life Manager, com direito a bastante mistério e um clima cada vez mais sombrio. Vamos conhecer mais sobre esse curioso jogo.

  • Jogo: void* tRrLM(); // Void Terrarium 2
  • Desenvolvedora: Nippon Ichi Software
  • Publicadora: NIS America
  • Lançamento: 28 de fevereiro de 2023
  • Número de Jogadores: 1
  • Gênero: RPG Roguelike / Life Manager
  • Plataformas: PS4, Switch
  • Site Oficial: Aqui

O Fim da Humanidade

Para começar, irei ignorar a sigla estranha que compõe o início do nome do jogo, e chamar apenas de Void Terrarium 2, que é muito mais simpático. Void Terrarium 2 é a sequência direta do jogo de 2021. A trama do jogo é simples, porém muito envolvente. Estamos em um futuro distante e distópico, no qual a humanidade já não existe há centenas de anos. Ou melhor, ela ainda existe, pois restou uma única sobrevivente: Toriko, uma garotinha humana totalmente contaminada por patógenos que destruíram todos os outros humanos.

Toriko conseguiu sobreviver graças a um sistema de inteligência artificial chamada FactoryAI que conseguiu criar um ambiente no qual Toriko consegue sobreviver. Esse ambiente se chama Terrarium, e protege Toriko do ar poluído e mortal, porém é sensível e precisa de diversos elementos para poder continuar funcionando. E é para buscar esses elementos e manter a sobrevivência de Toriko que controlamos nosso protagonista. Nós controlamos um pequeno robozinho chamado Robbie.

Robbie é capaz de fazer qualquer coisa para ajudar a manter a vida da pequena Toriko salva. Ele coloca a vida de seus componentes internos em risco toda vez que se aventura em Wastelands, em busca de materiais, comida e suprimentos que possam manter Toriko viva e saudável. Mesmo que tenha que enfrentar inúmeros perigos e dificuldades.

Toriko em um Novo Lar

Mais uma vez, a pequena Toriko, a última humana viva, está em apuros, e nós temos de ajudá-la. Após uma estranha corrupção mortal se aproximar de sua antiga base, agora Robbie, FactoryAI e Toriko precisam fugir. Eles precisam montar um novo Terrarium, que é o nome que eles dão para o suporte de vida essencial para a sobrevivência de Toriko, ao mesmo tempo em que eles precisam combater essa corrupção maligna que ameaça destruir tudo o que ainda existe.

A construção do novo Terrarium segue os moldes do jogo anterior, com o FactoryAI localizando os elementos necessários em terras próximas, e Robbie precisando ir até lá coletar tudo o que puder encontrar. É preciso trazer comida para alimentar a Toriko, ingredientes para aprimorar o Terrarium com novos aparelhos, e também decorações para que a Toriko possa se animar um pouco.

Cada Hora Algo Diferente

Os momentos de exploração são no formato Roguelite. A ideia é que Robbie precisa ir a um grande lixão que está sempre se reciclando, e isso faz com que cada vez que Robbie entre, ele encontre itens diferentes e um panorama diferente. O local está repleto de inimigos, e ele precisa se defender com o que conseguir encontrar pelo caminho. Não só os mapas como os inimigos e os itens que ele pode encontrar são completamente randômicos, como já estamos acostumados a ver em diversos Roguelites do mercado.

As dungeons são divididas em andares, com níveis diferentes de dificuldade quanto mais nos aprofundarmos. Cada nova jornada sempre inicia no nível 1 e com equipamento básico, ou seja, sem armas ou proteções, nem itens. Tudo precisa ser adquirido no decorrer da fase. Cada andar é dividido em um grid, com uma espécie de labirinto no qual devemos encontrar nosso caminho e eliminar os inimigos que encontrarmos.

O mapa se desenha conforme exploramos. O mapa das grandes salas é preenchido imediatamente ao entrar, mas nos corredores estreitos, a visibilidade fica muito limitada, mostrando apenas o que está imediatamente à nossa frente. Ficar atento ao mapa é imprescindível na aventura, pois cada passo que damos reduz nossa Energia. Se a Energia se esgotar, morremos. Isso faz com que cada exploração seja uma grande busca pela sobrevivência e gerenciamento de recursos.

Perigos Imprevisíveis

Não faltarão inimigos em nossa aventura, tentando nos impedir de avançar. Como toda a movimentação no jogo se baseia em turnos e na movimentação no grid, então os inimigos se movem na mesma proporção em que nos movemos. Eles são muitos, e nós somos apenas um, então é importante pensar bem na nossa movimentação. Caso sejamos cercados por inimigos, eles atacarão em conjunto a cada turno, então tente não ficar exposto a mais de um inimigo por vez. Caso eles venham em bandos, vá para um corredor estreito e obrigue-os a se aproximarem um de cada vez.

Os inimigos que defendem os andares ficam mais e mais perigosos conforme avançamos. Apenas usar armas e equipamentos básicos não nos levará muito longe, mas ainda bem que podemos encontrar diversas armas e equipamentos. As armas possuem tipos diferentes, e também possuem níveis diferentes. Encontramos armas mais poderosas conforme avançamos cada vez mais, além de escudos melhores. É imprescindível procurar por equipamentos melhores se quiser sobreviver por mais tempo.

Nós também ganhamos experiência conforme matamos inimigos, e avançamos de nível quando conseguimos uma certa quantidade de experiência. Evoluir de nível nos permite causar mais dano e resistir a mais ataques, sendo fundamental para conseguir chegar aos níveis mais avançados e profundos. O problema é que não adianta querer permanecer muito tempo dentro das dungeons para ganhar experiência, pois além da limitação de energia, temos um limite de tempo, representado pela vida da Toriko, que eu explicarei futuramente.

Além de experiência, também ganhamos perícia com armas, que é permanente. Caso você use muito martelos, ganhará perícia, e com novos níveis de perícia, novas habilidades passivas ficam disponíveis ao usar martelos. Mesmo após morrer e voltar, sempre que encontrar martelos, por exemplo, seu nível de perícia e habilidades passivas adquiridas permanece, nos permitindo ficar cada vez mais forte conforme avançamos. O mesmo vale para equipamentos, como escudos.

Tudo Será Reciclado

Ao morrermos, todos nossos itens adquiridos são reciclados (com exceção da comida para a Toriko) e transformados em elementos. Encontrar armas, equipamentos e itens curativos não é bom apenas para conseguirmos lidar com os inimigos, mas eles também são convertidos em elementos ao final da fase. Itens curativos e demais consumíveis também, então às vezes não consumir os itens pode ser bom para se conseguir mais elementos. Porém, vale mencionar que temos um inventário limitado, então não podemos pegar todos os recursos que encontramos pelo caminho. É preciso escolher o que vamos levar e o que vamos deixar para trás.

Abrindo a tela de inventário, podemos ver quais elementos cada item gera quando é reciclado, então é possível ter uma ideia de qual prioridade queremos atender. Comida é sempre útil, então jamais deve ser ignorado, mas de resto, há várias coisas úteis. Além de armas e equipamentos, há uma série de itens consumíveis. Alguns itens recuperam vida ou energia, outros fornecem benefícios excelentes que duram apenas alguns passos ou um andar inteiro. Podem aumentar a força dos ataques, a resistência a dano, ou fornecer diversos benefícios extras, como revelar armadilhas no cenário, mostrar o mapa do andar ou nos teleportar de um ponto a outro do andar.

Conseguir todos os elementos certos não é assim tão simples. A maioria dos elementos é comum de se conseguir, mas um dos elementos, a Corrupção, só é obtida de equipamentos que estejam corrompidos. Encontrará diversos equipamentos corrompidos aleatoriamente pelas dungeons. Itens corrompidos possuem efeitos reduzidos ou adversos. Um item de cura corrompido pode curar menos do que o normal, enquanto um equipamento corrompido pode causar algum efeito adverso, como gastar mais energia. Itens corrompidos podem ser usados normalmente, e podem ser purificados com itens especiais também obtidos pelas dungeons, mas sua principal função é fornecer o elemento de Corrupção.

Dando Utilidade ao Lixo

Com os elementos que formamos através da reciclagem dos objetos que conseguimos encontrar, podemos construir uma grande variedade de itens. Para construir alguma coisa, é preciso primeiro adquirir um projeto. Projetos podem nos ser entregues pelo FactoryAI ou encontrados nas dungeons, em locais randômicos. Com um projeto em mãos, basta ter os elementos corretos e o objeto desejado ficará pronto em segundos.

Todos os itens que podemos produzir são itens que devem ser usados no Terrarium da Toriko. Alguns deles são úteis, como aquecedores que controlam a temperatura e purificadores que controlam a umidade, mas muitos deles são apenas cosméticos. Podemos colocar móveis, decorações, plantas, paredes e tudo o mais, para que a nossa querida Toriko fique cada vez mais confortável. Toriko irá brincar e interagir com o ambiente e os móveis ao seu redor.

Há um limite quanto à quantidade de itens que podemos colocar no Terrarium. Cada item possui um número de espaço preenchido, e devemos nos atentar a isso para não colocarmos itens demais. Além disso, itens úteis geralmente consomem energia, que é limitada, então é preciso escolher qual equipamento vai desligar para poder ligar outro equipamento. Além de casa da Toriko, o Terrarium também serve como estufa para o plantio de diversas plantas úteis. As plantas precisam de determinadas medições de temperatura e umidade, por isso precisamos de equipamentos capazes de controlar esses níveis.

Além disso, o local precisa estar limpo. Toriko, sendo uma humana, produz sujeira no ambiente, e precisamos dar uma passada para limpar o Terrarium de vez em quando. Deixar o Terrarium sujo pode deixar a pequena Toriko doente, e isso é tudo o que não queremos. Gerenciar o Terrarium é a nossa principal atividade.

Vida Longa à Toriko

Nosso objetivo principal é garantir a sobrevivência de Toriko. Ela precisa de comida constantemente, novos equipamentos e decorações, e para isso temos de sair e deixá-la sozinha por alguns momentos. Porém, quanto mais tempo passamos longe de casa, mais a saúde de Toriko pode se deteriorar. Pensando nisso, FactoryAI desenvolveu um sistema de cuidado remoto da Toriko, chamado Pet Nanny.

A saúde da Toriko se deteriora a todo momento, demandando cuidados especiais. Toriko ficará com fome, entediada ou o Terrarium ficará sujo, mesmo enquanto estivermos caçando suprimentos. Quando isso acontecer, poderá usar o sistema interno do jogo para realizar algumas ações úteis. Não é possível alimentá-la à distância, mas dá para brincar com ela e limpar o Terrarium. Essas funções custam Energia, a qual é muito importante quando estiver explorando as dungeons, então apenas vale a pena recorrer a isso quando estivermos com Energia sobrando, ou com alguns itens que recuperam Energia no inventário.

A Toriko exige cuidados constantes, e por conta disso não podemos passar muito tempo longe do Terrarium. Conforme monitoramos sua saúde através do Pet Nanny, podemos perceber tempo falta de saúde até que a Toriko passe mal. Caso ela fique com muita fome, por exemplo, é recomendável encerrar a dungeon e voltar imediatamente para o Terrarium a fim de alimentá-la. Existe uma opção justamente para isso. Conforme avançamos no jogo e aprimoramos o Terrarium, poderemos melhorar as condições de Toriko, o que nos permitirá ficar fora por mais tempo sem nos preocuparmos tanto com o bem-estar da garota.

Void Terrarium 2 – Vale a Pena?

Void Terrarium 2 trouxe uma série de melhorias em relação ao jogo original. Um excelente Dungeon RPG Roguelite com toques de Life Manager, que tem tudo para cativar o jogador ao longo de várias horas de gameplay. Recomendo a todos os fãs do gênero, principalmente os que gostaram do jogo anterior.

Void Terrarium 2 foi avaliado através de uma cópia gentilmente cedida pela NIS America – Agradecemos a cordialidade!

Confira também nossos outros reviews.

Void Terrarium 2

Gráficos - 8.5
Jogabilidade - 9
Diversão - 9.5
Som - 9
Dificuldade - 10
Fator Replay - 10

9.3

Void Terrarium 2 trouxe uma série de melhorias em relação ao jogo original. Um excelente Dungeon RPG Roguelite com toques de Life Manager, que tem tudo para cativar o jogador ao longo de várias horas de gameplay. Recomendo a todos os fãs do gênero, principalmente os que gostaram do jogo anterior.

User Rating: Be the first one !

João Paulo Solano Lopes Filho

Sou um fã de videogames desde que me conheço por gente, principalmente de RPGs. Tento convencer os meus pais e a mim mesmo que não sou um viciado (acho).

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo