Continua após a publicidade..
Continua após a publicidade..
ArtigosPC

Thymesia: Combate fluido e engajante | ARTIGO

Continua após a publicidade..

Olá, pessoal, hoje eu queria falar sobre esse game com um visual lindo e um combate super fluido. Thymesia é um jogo na pegada Soulslike, que à primeira vista pode parecer só mais um xerox de Dark Souls/ Bloodborne, porém o jogo tem seus méritos e considerando que foi feito por um pequeno estúdio tailandês com apenas 7 desenvolvedores em tempo integral o produto final é incrível.

No game nós controlamos Corvo, um personagem rápido e ágil, muito semelhante ao protagonista de Nioh ou Sekiro. 

A ambientação em Thymesia é muito interessante se passando em um reino que foi atingido por uma praga misteriosa, lembrando muito Dishonored, até mesmo pelo nome do protagonista.

A maior força do jogo é seu combate que diferente de outros jogos do gênero não conta com barra de vigor, sendo assim Corvo pode combar sem medo de ficar sem fôlego, porém ainda temos que considerar o alcance dos golpes e tempo para golpear. 

Para derrotar os inimigos em Thymesia temos que golpeá-los não só com nossas armas, mas também com uma garra da “praga” muito semelhante ao que vemos em Code Vein. Ao ser ferido um inimigo fica com uma parte de sua barra de HP verde, isso corresponde a seus ferimentos, se deixarmos ele sem dano por muito tempo a barra vai retornando a cor branca e o inimigo se cura da maior parte do dano que causamos, assim devemos usar as garras para finalizar inimigos.

Falando na garra ela também tem como função “roubar” as armas dos inimigos. Ao executar um ataque carregado Corvo pode roubar uma cópia da arma do inimigo e usá-la uma única vez para causar um dano elevado. Essas “armas da praga” tem vários tipos diferentes e podem ser desbloqueadas para uso permanente em troca de energia/mana. Essa mecânica diferencia os demais Thymesia de todos os outros jogos do gênero.

O jogo é relativamente curto (4 – 6 horas) e possui uma variedade um pouco baixa de inimigos, no entanto sua dificuldade é mais tranquila de lidar do que outros jogos do gênero de cara ao menos, principalmente pelo fato do Corvo ser muito ágil ainda sim é um game bem desafiador e por ser curto é relativamente tranquilo explorar os mapas por completo.

O ponto que mais gostei foi o protagonista ter essa característica meio rogue e o como o “tutorial” funciona nesse jogo, na intro você mantém as “almas” que você coleta dos inimigos mesmo que caia em batalha, deixando você testar e aprender como joga antes de começar de verdade.

Outros Souls like que recomendo para quem quer conhecer o gênero e têm uma boa pegada são:

O próprio Code Vein: que tem toda uma temática única e uma pegada vampira, podemos jogar o game inteiro com um companheiro ou jogar online com um amigo + o seu companheiro.

Decay of Logos: Que mistura a pegada Souls com Zelda e tem uma montaria que além de te acompanhar e as vezes ajudar em combate também é útil para realizar alguns puzzles.

Death’s Door : O XP não se perde, só o progresso na região, sendo que você volta no ultimo checkpoint e você pode plantar itens de cura em alguns vasos pelo mapa.

Como jogadora ávida de CRPG principalmente com combate com pausas tive bastante dificuldade em avançar em Thymesia já que ele é muito ágil mas essa agilidade dos movimentos do protagonista dão uma pegada única para o game e te deixar animado para a próxima luta.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo