Lançado em 2020 para a Steam, agora o colorido e divertido jogo do estilo quebra-cabeça Lumote: The Mastermote Chronicles chega aos consoles, trazendo uma multidão de cores e desafios que vão te manter intrigado.

  • Jogo: Lumote: The Mastermote Chronicles
  • Desenvolvedora: Luminawesome Games
  • Publicadora: Luminawesome Games
  • Lançamento: 21 de abril de 2022
  • Número de Jogadores: Single player
  • Gênero: Puzzle
  • Plataformas: PS4, PS5, XONE, XSXS, SW, PC
  • Site Oficial: Aqui

Apresentação

A Luminawesome Games é uma desenvolvedora canadense formada por artistas apaixonados com o propósito de desenvolverem uma série de jogos que fosse cativante e artisticamente belo. O primeiro game do estúdio foi Lumote, um game de quebra-cabeças lançado em 2020 para o Steam, e que fez um sucesso, sendo recomendado a vários prêmios em seu ano. E agora em 2022 está lançando uma versão mais ampla para consoles de mesa, podendo atingir um novo público e tornar o mundo dos motes cada vez mais azul e menos controlado pelos Mastermotes.

Lumote Logo

Lumotes e Mastermotes

No mundo do jogo, existem Lumotes e Mastermotes. O mundo está sendo controlado pelos Mastermotes, seres grandes que transformam os pontos de luz na cor vermelha, enquanto os Lumotes, seres menores, querem transformar os pontos de luz na cor azul.

No decorrer do game, controlamos o simpático Lumote, um serzinho pequeno que inicialmente só consegue pular. Lumote também consegue mudar a própria luz, e com isso acionar elementos do cenário que reagem a essa luz. Com isso ele consegue ultrapassar desafios e solucionar pequenos quebra-cabeças. Depois Lumote se mostra capaz também de converter a luz para controlar pequenos mecanismos. Tomando conta desses mecanismos, os motes, ele poderá levá-los para outro local, e eles irão auxiliá-lo a resolver diversos quebra-cabeças que vão se tornando cada vez maiores e mais complexos. Os quebra-cabeças ficaram a cargo de Michelle Rocha, a especialista em computação que soube desenvolver muito bem o aspecto simples, desafiante e divertido do jogo.

Os gráficos do jogo são muito coloridos e envolventes, com um padrão de cores perfeitamente desenhado em vermelho e azul, cenários poligonais e brilhantes. Os efeitos de luz ficaram muito bem feitos, e os cenários simples servem ao seu propósito. Kyle Rocha é o artista especializado nos efeitos especiais do game, e merece o crédito pelo excelente trabalho.

A música do jogo é super tranquila e relaxante, como o game todo é, de certa forma. As excelentes composições do game são de responsabilidade de Paul Ruskay, compositor canadense especializado em músicas para videogames que já trabalhou em diversas empresas grandes, como Rockstar, Sega e Activision. Tanto os efeitos sonoros quanto as músicas do jogo são belas de se ouvir e pouco enjoam, dando o tom certo para se quebrar a cabeça tentando resolver os desafios sem estresse.

Por um Mundo Mais Azul

O jogo possui um total de 60 fases. As fases são completamente sequenciais e sem telas de loading, dá para ir da primeira fase até a última fase sem uma única pausa para loading. As pequenas áreas de cada fase são demarcadas por flores, que funcionam como checkpoints. Ao passar por uma flor, ela se fecha e não é possível voltar mais. Também não há seleção de fases. Basicamente, a resolução de quebra-cabeças de cada fase tem como objetivo energizar a flor que nos permitirá passar para a próxima fase, e assim por diante. Tudo muito linear e quase didático.

Aproximadamente a cada dezena de fases, encontrará um Mastermote. Lumote consegue controlar esses Mastermotes, e ao controlar o Mastermote e o colocar em um entroncamento central de luz, os Lumotes controlarão uma boa parte do cenário. As referências em azul e vermelho são amplamente nítidas, e tudo o que o jogador precisa fazer é deixar o mundo todo azul para vencer.

O game faz o excelente trabalho de ensinar ao jogador tudo o que ele precisa fazer para seguir em frente, as fases iniciais são excelentes tutoriais. O jogo em si já é bem simples, mas é preciso uma boa compreensão das habilidades do jogo para conseguir avançar. O jogo apresenta cada nova mecânica de maneira bem didática, de modo que o jogador raramente fica perdido ou sem saber o que fazer. Ele pode até passar alguns minutos observando o cenário e tentando compreender as reações em cadeia que precisa realizar para chegar ao final daquela fase, mas nunca ficará sem ter sido devidamente ensinado como fazer o que precisa ser feito para conseguir.

60 Níveis e 54 Colecionáveis

Há um total de 60 níveis no jogo. O tempo médio para conseguir fechar o jogo pode variar de 3 a 5 horas, dependendo de quão bem o jogador compreendeu os quebra-cabeças das últimas fases. É um jogo curto, sim, mas que não chega a ficar cansativo em nenhum momento, mantendo a mente afiada com excelentes desafios do começo ao fim da jornada.

Espalhado pelos cenários, encontrará alguns colecionáveis. Esses colecionáveis estão espalhados em pacotes, e ao completar esses pacotes, irá liberar novos designs para observar em uma galeria interna do game. São 54 colecionáveis ao todo. Alguns destes colecionáveis estão muito bem escondidos, e o jogador precisará prestar atenção e fazer bom uso da câmera para encontrá-los pelo cenário. Muitas vezes, esses colecionáveis estão em locais de difícil acesso, e terá de fazer pulos complicados para conseguir chegar até eles. Mas não precisa temer cair e morrer, o game possui checkpoints a cada fase e não possui penalidades por morte. Esses colecionáveis são apenas elementos para dar mais vida útil ao jogo e incentivar o jogador a observar cada canto do cenário.

Lumote: The Mastermote Chronicles – Vale a Pena?

Recomendo Lumote: The Mastermote Chronicles a todos os fãs de jogos de quebra-cabeças. O game é simples, mas divertido, bonito, colorido e muito bem feito, sendo perfeito para relaxar a cabeça ao mesmo tempo em que usa o cérebro para desvendar os desafios do game.

Lumote: The Mastermote Chronicles foi avaliado através de uma cópia gentilmente cedida pela Luminawesome Games – Agradecemos a cordialidade!

Confira também nossos outros reviews.

Lumote: The Mastermote Chronicles

Gráficos - 90%
Jogabilidade - 85%
Diversão - 95%
Som - 95%
Dificuldade - 85%
Fator Replay - 80%

88%

Recomendo Lumote: The Mastermote Chronicles a todos os fãs de jogos de quebra-cabeças. O game é simples, mas divertido, bonito, colorido e muito bem feito, sendo perfeito para relaxar a cabeça ao mesmo tempo em que usa o cérebro para desvendar os desafios do game.

User Rating: No Ratings Yet !
Clássico do PS1 com troféus A principais notícias do dia 15 de maio