Assim como diversas revistas e sites sobre games, a Game Informer uma das revistas mais antiga dos Estados Unidos, sendo iniciada em 1991, e em circulação até hoje, fez sua eleição dos melhores games de 2021.

Sem mais rodeios, confira abaixo os 10 jogos que a Game Informer elegeu como os Melhores de 2021, do 10° Lugar até o 1° Lugar:

10°. Psychonauts 2
09°. Inscryption
08°. It Takes Two
07°. Forza Horizon 5
06°. Life is Strange: True Colors
05°. Metroid Dread
04°. Returnal
03°. Resident Evil: Village
02°. Deathloop
01°. Halo Infinite

Abaixo você confere as considerações sobre o grande vencedor, Halo Infinite:


Por mais de uma década, a 343 Industries tem sido o pastor do universo Halo, assumindo as rédeas da desenvolvedora original, Bungie, e continuando a traçar um novo estilo para a série. Halo 4 e Halo 5: Guardians obtiveram sucesso em determinos pontos, mas os fãs de longa data notaram que a gameplay e a narrativa mudaram de uma maneira que se tornou desagradável.

Nas semanas finais deste ano, a 343 conseguiu um feito notável com o lançamento de Halo Infinite, focando em uma estrutura para campanha e multiplayer que parecia inconfundivelmente “Halo” enquanto exploravamos simultaneamente as novas ideias que ajudarão a prolongar a série no futuro.

Esse ponto de encontro entre o antigo e o novo é evidente desde as primeiras horas da campanha de Infinite. As nuances de histórias individuais so jogo parecem ecoar diretamente dos épicos momentos do Halo: Combat Evolved de 2001. Os combatentes inimigos são ferozes, familiares e desafiadores. O próprio cenário do jogo lembra a localidade do Noroeste do Pacífico que inicialmente inspirou a série. E muitos Modos Multiplayer refletiram adequadamente as trocas tensas que a franquia sempre foi destaque.

Olhe mais de perto e o Infinite se revela muito mais do que uma nova camada de tinta em uma fórmula antiga. Novos equipamentos, especialmente o grappleshot, mudam a forma como os jogadores enfrentam uma batalha. Grandes missões, exploração de mundo aberto e atualizações aumentam o valor de repetição e uma sensação de descoberta.

Nenhum jogo é perfeito e o lançamento de Halo Infinite tem espaço para melhorias. A progressão multiplayer, o número de mapas e a personalização limitada precisam ser resolvidos. E na campanha, a ausência de jogo cooperativo é um soco no estômago. Mas um jogo não precisa ser perfeito para se destacar.

“Infinite oferece uma filmagem imaculada, uma das melhores trilhas sonoras originais em anos e um enredo sincero enraizado em temas de esperança, compaixão e resiliência, tópicos muito necessários para muitos jogadores em 2021. É um retorno à forma para uma franquia muito amada e um lançamento de destaque para a nova geração de lançamentos da Microsoft. Halo Infinite é um jogo que não podemos largar, e que provavelmente continuaremos jogando horas enquanto nos aproximamos de 2022.

Clássico do PS1 com troféus A principais notícias do dia 15 de maio